ABORTISMO
05/03/15
Aborto à Francesa
05/03/15
A Queda da Lua
23/02/15
Terceiro Esboço de uma FILOSOFIA DO CAOS
21/12/14
Invertendo a Igualdade
18/12/14
Desleitura Feminista em Christine de Pizan
01/12/14
ESTUPRISMO
18/11/14
Disputa Semântica
18/11/14
Por que VEJA odeia o PT?
06/11/14
Estuprando Números
11/09/14
rePensando o Feminismo
19/08/14

15/07/14
A Fundação do Feminismo
25/06/14
5.000% de Paranóia
10/05/14
Pensando nELA
25/04/14
Atacando uma Ficção
20/02/14
Estuprando a Justiça
03/03/14
Entendendo a MISANDRIA
18/02/14
Heroísmo: O Outro Lado da Masculinidade
18/02/14
Em Defesa do Patriarcado
03/02/14
Hipótese Benevolente Sobre A Cruzada Anti-Reprodutiva
31/12/13
A Cultura do ESTUPRO
28/11/13
O Estupro da CULTURA
28/11/13
Expressar ou Doutrinar?
26/09/13
Traindo o Movimento
27/08/13
Filosofia, Ideologia e Militância
23/08/13
Infeliciana Homofobia
17/08/13
As Ovelhas
e os Memes

13/08/13
Complexo de Paraíso Perdido
06/08/13
Financiamento Público de Campanha
12/07/13
Cavalheirismo é Sexismo?
10/07/13
Histórico de Textos Publicados

A

Q
U
E
D
A

D
A

L
U
A
2 0 1 5
19 de Março

Para quem realmente quer tentar entender o "Petrolão", temos que começar bem do começo...

1 - Em 1870 os irmãos Rockefeller fundaram a Standard Oil, que se tornou a maior petrolífera do mundo fazendo o primeiro Bilionário de todos os tempos. Primeira grande multinacional, seu monopólio se estendeu tanto que em 1911 o governo dos EUA baixou uma Regulamentação Anti-Truste tentando acabar com o jogo sujo. Para driblar a lei, a Standard Oil foi dividida em 34 companhias.

2 - Elas e outras empresas privadas dominaram a produção de petróleo mundial até que em 1951 o Irã nacionalizou (estatizou) a inglesa Anglo-Persian Oil Company, que não gostou e em resposta formou um cartel de empresas que ficaram conhecidas como AS 7 IRMÃS! Elas eram:
1) Anglo-Persian, que se tornou British Petroleum (BP), da Inglaterra;
2) SHELL (Holanda / Inglaterra);
3) Gulf Oil (EUA);
4) Texaco (EUA);
5) Standard Oil of California - SOCAL (EUA);
6) Standard Oil of New Jersey - ESSO (EUA);
7) Standard Oil of New York - SOCONY (EUA).

3 - Mas a moda das estatizações e criação de estatais pegou, com seus monopólios nacionais dificultando a vida das empresa privadas transnacionais. Na atualidade existem as NOVAS 7 IRMÃS, que detêm a vantagem de possuir as maiores reservas monopolizadas que são no máximo concedidas parcialmente à exploração. TODAS ESTATAIS, elas são:
1) Saudi Aramco (Arábia Saudita) - Outra subsidiária da Standard Oil estatizada em 1974
2) CHINA National Petroleum Corporation
3) Gazprom (Rússia)
4) National Iranian Oil Company (Irã) - Aquela mesma nacionalizada em 1951
5) Petronas (Malásia)
6) PDVSA (Venezuela) - De 1976 também expropriando empresa privadas inclusive da Standard Oil.
e, advinhe só?
7) Petrobras (Brasil)

4 - O fato é que o setor petrolífero privado vem enfrentando más condições, uma das evidências disso é que das antigas 7 irmãs, restaram apenas a BP, a SHELL, e todas as dos EUA ficaram reduzidas a duas: Exxon Mobil e Chevron, netas da Standard Oil e ainda sob controle indireto da família Rockefeller.

5 - Elas não irão avançar sobre a China, muito menos Rússia, que reestatizou petrolíferas que haviam sido privatizadas na dissolução da URSS. Também é muito complicado se intrometer com Arábia, Irã ou Malásia, países muçulmanos, mais do que já fizeram as intermináveis guerras no Oriente Médio cujo motivo REALMENTE FOI PETRÓLEO! Pra cima de quem vai sobrar? América Latina!

6 - Por isso que até um famoso blockbuster hollywoodiano de Ficção Científica ambientando no ano 2154 em outro planeta precisa falar mal da Venezuela, que tem a maior reserva de petróleo do ocidente e um governo pouco amigável aos EUA. O que tornava a situação muito desesperançada até que em 2007 o Brasil descobriu o Pré-Sal.

7 - As netas da Standard Oil cresceram o olho, mas para seu desespero as regras de exploração impostas pelo modelo de concessão foram inaceitáveis para Exxon Mobil e a Chevron (a SHELL aceitou), e pior de tudo, ainda por cima beneficiaram a China. Os tucanos prometeram às americanas mudar as regras para beneficiá-las caso eleitos, mas José Serra perdeu.

8 - Então as crias dos Rockefeller decidiram por a mão na massa por conta própria, e acionaram ninguém menos que a CIA, uma das inúmeras instituições governamentais dos EUA sob seu controle, que como sabemos começou a "espionar" a Petrobras conforme amplamente noticiado em Setembro de 2013 muito antes das denúncias do Petrolão. Mas até quem só sabe da CIA o que vê nos próprios seriados americanos sabe muito bem que a especialidade dessa instituição não é apenas "espionar", mas assassinar, sabotar, fraudar, FORJAR EVIDÊNCIAS e promover toda sorte de patifaria sórdida com vista a objetivos escusos, e com isso "O Maior Escândalo de Corrupção De Todos Os Tempos da última semana" estourou justo em véspera da eleição. Mas o PSDemB, mais uma vez, perdeu.

9 - Então o JP Morgan & Chase Bank, que também é dos Rockefeller, anunciou na maior cara de pau em 20/02/15 que ia "mandar" abaixar a avaliação de crédito da Petrobras, MESMO ADMITINDO que seus ativos ainda estavam em alta! MESMO ADMITINDO que ela prometia se recuperar! Conforme analisei em 23 de Fevereiro.

10 - E logo depois a Petrobras anuncia que porá a venda grande parte de seu patrimônio para se recuperar do rombo causado pela dívida que triplicou desde que começou a espionagem! Ao mesmo tempo que os liberais de sempre defendem a maravilhosa solução da privatização, a mesma que triplicou nossa Dívida Externa, quintuplicou nossa Dívida Pública e deixou nosso país num crise de empregos, energia, e fragilidade internacional e da qual é impossível dar um único motivo claro de qual foi a verdadeira vantagem, exceto, claro, ter multiplicado fabulosamente as fortunas dos já riquíssimos. E que por sinal, é ideia de um certo Consenso de Washington que é cria, advinhe de quem? Dos mesmos Rockefeller que dominam o setor petrolífero e bancário dos EUA!

RESUMINDO: O modelo de exploração estatal vem desbancando o modelo privado há décadas. As petrolíferas privadas americanas tem na América Latina a melhor chance de crescer, especialmente agora com o pré-sal brasileiro, mas a política adotada pelo governo não é de seu interesse. A política da oposição seria, mas como esta não voltou ao poder, o jeito foi criar uma manobra para desvalorizar a estatal brasileira e convencer o país a torná-la mais passível de ser privatizada ao menos parcialmente. Não é que não exista corrupção Petrobras ou que o PT não tenha culpa das ingerências, mas achar que é uma mera questão de o governo estar roubando é ignorar toda a realidade.

Temos uma luta ideológica e econômica onde o viés Liberal Privatista está simplesmente perdendo para o Nacional Estatista típico dos BRICS. E a melhor chance do primeiro é, como quase sempre, usar e abusar de seus capachos ao sul do equador.

18 de Março

Originalmente a segunda palestra se chamaria "AS MUTAÇÕES DO CRIACIONISMO", mas embora esse nome já tenha sido até registrado na ata do evento, vejo agora que não é satisfatório. Na realidade não achei nenhum título satisfatório.

A princípio, ele envolveria uma análise do Quinto Estágio do Criacionismo que seria centrado na "Teoria da Informação", mas esse tema me parece incipiente demais para ocupar mais que uns poucos minutos de fala. Passaria então para um tipo de "Psico Criacionismo", ou seja, uma abordagem que abandonaria qualquer pretensão de negar a evolução biológica a nível puramente físico, mas sustentá-la a nível mental, que é o que a Igreja Católica basicamente afirma, admitindo a evolução biológica integral do corpo, mas mantendo a intervenção divina na introdução da alma. Mas esse título teria o inconveniente de ser potencialmente mal interpretado, como se eu fosse defender uma nova proposta criacionista e ainda com uma sonoridade por demais exótica. Já basta aqueles que acham que se trata de um debate com criacionistas.

Pensei em "Os Novos Criacionismos", mas no fundo eles nada tem de novos realmente. E por fim, pretendo falar também sobre o "Criacionismo Secular" prevalecente nas "Ciências Humanas", e tão bem abordado no livro de Steven Pinker 'Tábula Rasa', que eu chamo de Determinismo Cultural. E acrescentaria também reflexões sobre Filosofia da Linguagem e as propostas de que a mente se reduz à linguagem em si. Nesse sentido, "Criacionismo Cultural" fica mais adequado, embora infelizmente não capte os demais conteúdos.

A única coisa em comum é que todos tem algum grau de rejeição pela Psicologia Evolutiva, que será na verdade o mote principal.

Em suma ainda não achei um título ideal.

16 de Março

Liberalóides* não passam de inocentes úteis que acreditam em sonhos mais fantasiosos que Comunismo Utópico e cujo único resultado concreto de suas propostas é a multiplicação ainda maior de riqueza nas mãos de uma ínfima elite anti-liberal, que é, afinal, financiadora de seu discurso. *(Liberais econômicos, Neoliberais, Libertários, Libertarianos, Anarquistas, Anarco-Capitalistas, Minarquistas, etc.)

Para algumas evidências comecemos pelo meu post de 23 de Novembro sobre o Consenso de Washington ser arquitetado pelos banqueiros que bancaram o próprio Ludwig Von Mises. Não é a toa que o próprio David Rockefeller se considera um seguidor da Escola Austríca, o que faz muito sentido considerado que seu pai foi o fundador! Por final o próprio Instituto Mises movimenta mais de 20 milhões de dólares anuais, mas é claro, mantém seus financiadores sob zeloso sigilo.

Conheça também o Willian Volker Fund para ver alguém que foi muito generoso em financiar os mais diversos pensadores e institutos liberais, inclusive o próprio Murray Rothbard, bem como fundou a Mount Pelerin Society, como se vê detalhadamente em How the Money Power created Libertarianism and Austrian Economics.

13 de Março

12 de Março 14:52

Nenhum dos grandes horrores sociais da história surgiu de uma hora pra outra. Todos culminaram de uma escalada de violência que frequentemente começou com a divergência de ideias e sempre passou pela agressão verbal. E todos também pressupõem uma divisão rígida entre duas partes, cada qual tendo a convicção absoluta de ser a certa.

A eliminação dessa convicção em ambos os grupos inviabilizaria uma guerra. Mas a humanidade evoluiu dando mais ênfase a crença obstinada do que ao ceticismo racional. E não estamos tão distantes de episódios horrendos que hoje todos repudiam como bárbaros, convictos de sua superioridade cronocêntrica. Muito do que se vê na visceral disputa política brasileira atual guarda os mesmíssimos elementos que em grau maior resultam em massacres, extermínios e genocídios, e o conteúdo do que está sendo discutido é o que menos importa.

Uma vez definidos os lados, cada qual lutará pelo seu da mesma forma que qualquer grupo sempre lutou, achando que tudo é válido se for para defender seu lado. E passará a agir apenas pela natural dinâmica inter grupos, que se vê também em animais. O instinto de horda predomina ao diluir a individualidade numa massa passional cujo comportamento mecânico é pateticamente previsível.

Tanto faz se o brado é "abaixo a corrupção", "pelo povo", "machistas não passarão", "em nome de Deus", "em nome da Democracia", "pelo Flamengo", ou "uaka uaka uaka" "gruu gruu gruu". O resultado simiesco é o mesmo.

Seria preciso apenas dois curtos passos para transformar as manifestações do próximo dia 15 num banho de sangue. Primeiro, deixar os grupos rivais se encontrarem diretamente, sem nenhum tipo de mediação policial. E depois, cada lado se vitimizar dizendo que foi o outro que começou a agressão, e hiperbolizar qualquer bolinha de papel atirada como se fosse uma granada.

Daí cada grupo social e midiático mostrar apenas o seu próprio lado, intensificando a revolta e ódio contra o oponente. Daí pra frente a escalada de violência é inevitável, cada confronto mais destrutivo que o outro, e então os "esclarecidos brasileiros do Século XXI" não tardariam a promover massacres ao pior estilo cruzada medieval, absolutamente convictos em sua luta contra o Mal.

Só não acontecerá graças a intervenção do Estado. Poucos se dão conta de que até mesmo quando a polícia desce o cacete em manifestantes, nesse caso, isso tem um formidável efeito apaziguador, porque o grupo passa a ficar com mais raiva da polícia que do grupo rival. É muito melhor os enroladinhos governistas apanharem dos policiais do que dos coxinhas oposicionistas, e vice versa. É como o pai que prefere deixar os dois filhos com raiva dele ao intervir duramente numa briga, do que deixá-los continuar se atracando até um resultado pior.

O policial está a serviço, em geral preferia estar de folga. Mas para o manifestante é questão pessoal. Deixe o povo reclamar e esbravejar contra o Estado, pois ele está aí para isso! É o Leviatã hobbesiano que impede a barbárie.

Neste 15 de Março de 2015 eu não vou a lugar algum! Não sou soldado, nem mercenário e muito menos inocente fútil disposto a gastar meu tempo, ou mesmo arriscar minha segurança, em nome de um governo corrupto ou de uma oposição mais corrupta ainda, e muitíssimo menos a serviço de interesses escusos de elites bilionárias inescrupulosas.

12 de Março 10:45

CARREGANDO MEU FILHO...

...pela enésima vez, da cama de casal até a cama no quartinho dele, enquanto ele dormia, momento onde o Nível Angelical de uma criança atinge o ponto máximo. Pensei:

"Não serei capaz de te carregar para sempre. Você cresce a cada dia e em breve chegará a época onde você ficará mais forte à medida que ficarei mais fraco. E você promete ser um rapaz grande e forte, muito provavelmente mais do que eu. E eu não creio que ficarei muito mais pesado do que já sou. Tudo que peço é que as coisas corram bem e um dia você possa me carregar."

10 de Março
Originalmente postado em 15 de Janeiro sem tradução

Num artigo de uma tal Laurie Penny fui apresentado à um certo Mark Crispin Miller, autor e professor de Estudos de Mídia na Universidade de Nova Iorque, dizendo algo muito parecido com o que pareço ter sido o primeiro a dizer no Brasil.

"É interessante notar que a Ford e Rockefeller e outras fundações com fortes conexões com a CIA começaram a fornecer financiamento no início dos anos 70 para o estudo de raça e gênero. É um movimento súbito rumo a políticas de identidade dadas por essas organizações e há uma teoria que a razão pela qual o fizeram foi dividir a Esquerda e prevenir que esta persiga qualquer tipo de análise econômica ou de classe." Disponível no Youtube em Mark Crispin Miller Knows the Interesting History of Identity Politics aos 3:10.

Depois é citado um artigo de Daniel Brandt, que diz:

"Saudades dos bons e velhos tempos, quando as questões eram grandes, mulheres não queriam ser espiãs imperialistas*, e o idealismo e indignação éticas eram aceitas por parte das não-vítimas. Em 1977 a CIA notificou 80 instituições acadêmicas que ela inadvertidamente envolveu em -- surpresa! -- pesquisas de controle da mente...**"(* Alusão a Gloria Steinem, feminista célebre que foi espiã da CIA. ** Surpresa por ter sido a própria CIA a principal realizadora de tais experiências, como o escandaloso caso MK Ultra.)

Brandt chega a dizer que um relatório de 1969 do FBI diz: "O Movimento de liberação das Mulheres devem ser considerado subversivo para a Nova Esquerda e os movimentos revolucionários na medida em que provaram ser um fator de divisão e fracionamento... Pode ser recomendável como um movimento de contra inteligência para enfraquecer o movimento revolucionário".

E completa: "Por muitos anos, as fundações Ford e Rockefeller injetaram milhões em programas de estudos de gênero nos campus."

E por fim a moça revela tweets do mesmo Mark Crispin Miller terminando de explicar o assunto.

"Se dando conta de quanto tempo nós gastamos em nossa (equipe de pesquisa) raça e gênero, eu chamo atenção para o argumento de Brandt que, nos anos 70, o estudante de esquerda deve ter sido subitamente direcionado para questões de raça/gênero como um meio de fazer o movimento não lidar com economia ou classe -- que, se tivesse continuado no foco, poderia levar a uma aliança com as uniões de trabalhadores.

De acordo com esse argumento, em outras palavras, o surgimento do que chamamos "políticas de identidade" foi planejado para promover uma cisão entre a esquerda e trabalhadores brancos, que agora percebem a esquerda acadêmica como focada na "diversidade" ao invés da justiça econômica; e esse estranhamento também torna fácil para a direita manipular trabalhadores brancos jogando com seu racismo e ansiedades sexuais (que já começaram a acontecer sob Nixon, e logo ajudaram a colocar Ronald Reagan na Casa Branca).

Atualmente, é claro, o resultado da esquerda raça/gênero -- o que direitistas chamam "politicamente correto" -- está tão bem estabelecido que ninguém sequer pensa em perguntar como isso surgiu. Sua persistência em nos atacar ontem a noite me surgiu como uma oportunidade de levantar essa questão, que eu penso é boa, e digna de ponderação. Eu pude ver, no entanto, que isso realmente te irritou -- e é claro que você ainda está irritada com isso."

Os comentários de Laurie Penny são irrelevantes e constrangedores. Ela foi completamente incapaz de sequer esboçar uma resposta, se limitando a fazer piadas, reclamar do fato de seu interlocutor ser um homem branco e tentar ridicularizar simplesmente expressando sua incredulidade. Ao final do vídeo no Youtube pode-se ver sua cara de estupefação, que acho que seria a mesma de qualquer feminista ao ser confrontada com este fato.

9 de Março

Nenhum ser humano pode ser mais forte que uma multidão, mas frequentemente pode ser mais inteligente, por isso minorias controlam maiorias desde a aurora do mundo e seu principal instrumento de poder é manter essa maioria desunida.

Para as elites financeiras do Brasil, país famoso por sua desigualdade, impostos desmedidos que taxam menos justamente os mais ricos, e juros bancários extorsivos, é vital manter a população brigando entre si, pois se a grande maioria, que ganha em média um ou alguns salários, conseguisse se mobiliar contra uma panelinha que ganha milhões, essa elite não teria a menor chance.

O que se vê hoje na contenda entre governistas e oposicionistas nada mais é que o resultado muito bem orquestrado de uma maciça manipulação, capaz de fazer a população não ver quem são os verdadeiros manipuladores, corruptores e beneficiários de toda essa confusão.

E quem são eles?

A família Batista, dona da Friboi e nona no ranking das mais ricas do país, foi a maior doadora para a campanha do PT, INVESTINDO 5 Milhões na campanha de Dilma, E O MESMO TANTO na de Aécio! Enquanto outra empresa do mesmo grupo da Ambev privilegiou Dilma com 4 milhões! Mas agora, os mesmo donos da Ambev Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, que estão entre os 4 homens mais ricos do Brasil, estão financiando o “Movimento Vem Pra Rua”, por meio de sua Fundação Estudar.

Entre as 10 mais ricas estão também as famílias donas das empreiteiras Odebrecht e Camargo Correa, corruptoras da Petrobras e também grandes investidoras em campanhas políticas de candidatos de vários partidos. Bem como a família de banqueiros Safra, segunda mais rica.

Enquanto a Band e a Record, do também bilionário Edir Macedo, brigam com a Editora Abril (VEJA) da família Civita, posição 11 da lista das mais ricas, e com a Globo da família Marinho, a PRIMEIRA da lista. Todos eles envolvidos em escândalos que vão de sonegação, lavagem de dinheiro, tráfico de influência e uma Cachoeira de outras patifarias.

Essas são as Oligarquias que mandam no Brasil, além das Oligarquias Transnacionais. Para efeitos secundários até faz alguma diferença um partido ou outro, mas para o que realmente determina a estrutura de poder neste país só existe o P.U.T.O (Partido Único Trans Oligárquico)!

Esses canalhas são bilionários e podem pagar muito bem para que alguém faça o trabalho sujo, e você fica aí brigando com seus amigos e familiares em beneficio deles, DE GRAÇA?!

5 de Março

Publico ABORTO À FRANCESA, um breve comentário a um depoimento que mostra o resultado, e verdadeiro resultado, do Abortismo. O texto foi publicado originalmente no Facebook em 26 de Janeiro.

E nesse mesmo ensejo, publico finalmente o texto ABORTISMO, que além de explicar o porque deste termo, seu significado enquanto ideologia, também serve de portal de acesso a todos os meus textos e comentários sobre o assunto.

4 de Março

Finalmente consegui publicar a sexta música da série dos Anjos Estelares. Agora metade do projeto original está disponibilizado no Sound Cloud.

Essa é a maior de todas 14 Minutos! Até por isso deu trabalho pra fazer o Upload. Começa como um power trash metal, lento, mas logo acelera mantendo-se rápida pela maior parte do tempo. Tem um enorme solo de piano que faz transição com as guitarras distorcidas, e uma reviravolta no final.

1 de Março

Há diferenças entre os partidos brasileiros, de modo que ter um ou outro no poder tem sim um impacto sobre certas questões. Mas são mais num sentido micro e médio estrutural, pois na macro estrutura mesmo, nos fundamentos da sociedade, só possuímos um partido, o: Partido Único Trans Oligárquico.

"Trans" no sentido de que oligarquias em especial seriam as primeiras beneficiadas. Na verdade todas são, mas há um revezamento de prioridades no que se refere às oligarquias internas, todas subservientes às mesmas oligarquias transnacionais.

Portanto, mudam os partidos e os políticos, mas o poder mesmo continua nas mãos dos Marinho,Salles,Odebretch aqui, e Walton, Morgan, Rockefeller lá e Lannister, Atreides, Abraxas acolá.


Fevereiro de 2015
Janeiro de 2015

D E Z E M B R O de 2 0 1 4
Novembro de 2014
Outubro de 2014
Setembro de 2014
Agosto de 2014
Julho de 2014
Junho de 2014
Maio de 2014
Abril de 2014
Março de 2014
Fevereiro de 2014
Janeiro de 2014

D E Z E M B R O de 2 0 1 3
Novembro de 2013
Outubro de 2013
Setembro de 2013
Agosto de 2013
Julho de 2013
MARÇO À Junho de 2013
Fevereiro de 2013
Janeiro de 2013

D E Z E M B R O de 2 0 1 2
Novembro de 2012
Outubro de 2012
Setembro de 2012
Agosto de 2012
Julho de 2012
Junho de 2012
Maio de 2012
Abril de 2012
Março de 2012
Fevereiro de 2012
Janeiro de 2012

N O V E M B R O e D E Z E M B R O de 2 0 1 1
Setembro e Outubro de 2011
Julho e Agosto de 2011
Abril a Junho de 2011
Março de 2011
Fevereiro de 2011
Janeiro de 2011

D E Z E M B R O de 2 0 1 0
Novembro de 2010
Outubro de 2010
Setembro de 2010
Agosto de 2010
Julho de 2010
Junho de 2010
Maio de 2010
Abril de 2010
Janeiro a Março de 2010

D E Z E M B R O de 2 0 0 9
Novembro de 2009
Outubro de 2009
Setembro de 2009
Agosto de 2009
Julho de 2009
Junho de 2009
Maio de 2009
Março e Abril de 2009
Fevereiro de 2009
Janeiro de 2009

N O V E M B R O e D E Z E M B R O de 2 0 0 8
Outubro de 2008
Setembro de 2008
Agosto de 2008
Julho de 2008
Junho de 2008
Maio de 2008
Abril de 2008
Março de 2008
Janeiro e Fevereiro de 2008

D E Z E M B R O de 2 0 0 7
Novembro de 2007
Setembro e Outubro de 2007
Julho e Agosto de 2007
Maio e Junho de 2007
Março e Abril de 2007
Janeiro e Fevereiro de 2007

O U T U B R O, N O V E M B R O e D E Z E M B R O de 2 0 0 6
Setembro de 2006
Agosto de 2006
Julho de 2006
Maio e Junho de 2006
Abril de 2006
Março de 2006
Janeiro e Fevereiro de 2006

N O V E M B R O e D E Z E M B R O de 2 0 0 5
Setembro e Outubro de 2005
Junho a Agosto de 2005
Maio de 2005
Março e Abril de 2005
Fevereiro de 2005
Janeiro de 2005

D E Z E M B R O de 2 0 0 4
Novembro de 2004
Outubro de 2004
Setembro de 2004
Agosto de 2004